FAQ'S

O que preciso fazer para me inscrever na escola?

Deverá fazer um teste diagnóstico gratuito para apurar o seu nível.
Deverá trazer consigo: 2 fotos tipo passe, cartão de cidadão ou BI e NIF.

Quais as formas de pagamento?

O pagamento pode ser mensal, trimestral ou anual, visto que os nossos cursos têm a duração de um ano letivo.

Existe algum desconto do qual possa usufruir?

Sim. Oferecemos descontos para familiares diretos e para alunos que desejem increver-se numa segunda língua. Temos cursos financiados e protocolos com várias entidades.
Temos ainda algumas campanhas que vão decorrendo ao longo do ano.

Quantos anos demoro a chegar ao último nível?

Depende de vários fatores:

  • Conhecimentos anteriores: através de um teste de diagnóstico gratuito cada aluno será colocado no nível mais apropriado. Os níveis dos nossos cursos estão alinhados com o Quadro Europeu de Referência para as Línguas.
  • Língua: aprender uma língua mais próxima da nossa, como por exemplo o espanhol, poderá ser mais rápido do que uma que seja muito diferente, como o alemão ou o mandarim.
  • Empenho: todos os alunos são diferentes e o ritmo de aprendizagem de cada um, em áreas distintas, não é sempre igual. Também o empenho, o trabalho realizado fora da sala de aula e a exposição do aluno à língua estudada (quer seja em deslocações a um país onde a língua seja falada, quer seja através de filmes, músicas e livros nessa língua) têm um impacto direto na progressão dos alunos.

Com que idade se deve começar a aprender uma língua estrangeira?

Não existe uma restrição de idade. No entanto, quanto mais cedo uma criança começar a aprender uma língua, maior é a probabilidade de, no futuro, essa língua ser usada com mais facilidade, uma vez que será “gravada” mais próxima da sua língua mãe. Nós temos aulas para crianças a partir dos 4 anos.

Quais são as diferenças entre os vários exames disponíveis? Que exame devo escolher?

Para inglês, existem vários exames que podem ser realizados para certificar o nível de um aluno. Nós podemos prepará-lo para qualquer um, que escolha, seja os de Trinity (GESE, ISE ou SEW), os de Cambridge (FCE, CAE ou CPE), o IELTS, ou outro que escolha realizar. Todos eles estão reconhecidos pela ALTE, que é a Associação de Entidades Examinadoras na Europa. Por isso a escolha do exame deverá ser feita, tendo em conta o objetivo pretendido. Se for por questões de emigração ou candidatura a algum emprego / setor específico o ideal é informar-se junto das autoridades competentes (Serviço de Estrangeiros do país de destino, ou sindicato do setor) de quais são os requisitos exigidos. Se for por uma questão de acompanhamento da evolução dos alunos, deverão escolher o exame que melhor se adeque às suas características enquanto aluno, uma vez que cada exame tem uma abordagem diferente à avaliação.